FLORES COMESTÍVEIS


As flores comestíveis estão ganhando cada vez mais espaço nas cozinhas brasileiras, principalmente na culinária orgânica natural, que valoriza não só a variedade de nutrientes, como também a qualidade de seus pratos.

De acordo com alguns especialistas, flores comestíveis, assim como raízes comestíveis, podem ser encontradas em diversos tamanhos, sabores e aromas variando de acordo com a região em que são cultivadas e com os pratos que acompanham. Para as famílias que querem incentivar uma alimentação mais saudável para seus filhos, as flores comestíveis também podem ser uma ótima alternativa para conquistar o apetite de crianças.

Dentre os principais benefícios de incluir as flores comestíveis no cardápio é que elas possuem propriedades únicas, principalmente em relação ao seu sabor e aroma, que complementam pratos tradicionais e transformam o paladar quando consumidas. A maior parte das flores comestíveis possui alta quantidade de nutrientes, bem como carotenóides e óleos essenciais, o que torna o seu consumo totalmente indicado para aqueles que buscam uma alimentação saudável e equilibrada.

O hábito de inserir flores no preparo dos alimentos tem origem em uma antiga tradição asiática, mas hoje, mesmo que pouco difundido, já faz parte da culinária ocidental, tornando-se o toque especial de chefes e nutricionistas que prezam pela qualidade da alimentação.

Antes de colocar as flores no prato ou na bebida, é preciso saber quais partes poderão ser consumidas e quais são nocivas à saúde. Muitas flores permitem o consumo de suas pétalas e inflorescências ao mesmo tempo, porém cuidado, pois podem conter toxinas no caule ou no miolo. Conhecer bem a flor e sua procedência, que se deseja consumir, é fundamental para evitar indigestão ou mal-estar após o seu consumo. Também é preciso saber preparar a planta após a colheita. Os chefes de cozinha recomendam colher as flores em horários de clima mais fresco e retirar as partes desnecessárias, lavar delicadamente com água em temperatura ambiente e deixar secar em toalhas de papel, dessa forma as flores não perdem seu sabor ou aroma e permanecem intactas para uso.

As flores comestíveis podem acompanhar saladas, sopas, pratos frescos, peixes, bebidas, vinhos, doces, conservas e também podem ser consumidas cristalizadas. São práticas e transformam a aparência dos pratos deixando-os mais sofisticados e perfumados.

Aqui deixo algumas sugestões de flores comestíveis:

CAPUCHINHA: Rica em vitamina C e com sabor picante, pode ser consumida em saladas, tanto suas flores como suas folhas.

LAVANDA: Pode ser utilizada em preparações como: biscoitos, bolos, sorvetes e até mesmo no vinho, deixando os pratos muito mais bonitos.

HIBISCO: Possui seu sabor cítrico, perfeito para incrementar bebidas, saladas e xaropes.

PÉTALAS DE ROSAS: Perfeitas para enfeitar bolos, sobremesas, saladas e pratos de verão. São muito perfumadas.

 

 

Vida Saudável