Florescendo a Feminilidade


As mulheres parecem que nasceram interessadas por algo além... Quantos cursos ou textos existem falando do sagrado feminino, do despertar da mulher, da união, da força dentro da sensibilidade, das facetas da mulher, da irmandade feminina... Existe tanta coisa que permite à mulher de tocar uma profundeza dentro dela... A própria intuição, a auto-estima e o prazer de estar bela para si mesma e para os outros.

 

A mulher está naturalmente na procura. Na procura de si mesma, do que faz bem para ela, na procura de alguém que seja compatível, de momentos inesquecíveis, na procura da beleza na vida. Mas o que acontece quando o que ela acha são defeitos? Defeitos nos outros, em si mesma, no trabalho, na vida.

 

Existem muitas técnicas que ajudam a não mergulhar profundamente dentro de defeitos para evitar a depressão... Mas, mesmo assim, com todas opções de caminhos a tomar, seja em um curso, um retiro, um estado de espírito, um texto inspirador... Isso consegue ser completo?

Quantas vezes a mulher tenta "copiar" um padrão masculino por ser inspirador, às vezes por ser até mais fácil, simples, lógico e se frustra ao ver que, em um dado momento, essa cópia vira uma guerra contra os homens? Ou vendo que essa cópia é um sonho inatingível?

Mas, e se no lugar de tentar agir como um homem, as mulheres utilizassem a energia masculina que também existe dentro delas, não copiando atitudes, mas aproveitando essa energia para conquistar um equilíbrio e assim amenizar as fragilidades do lado feminino? O equilíbrio vem da harmonização das duas forças que existem dentro de todos os seres, a força masculina e a força feminina, pense sobre isso e desabroche essa flor da feminilidade em você.

 

Luciana Prado

Seja o primeiro a avaliar!


Adicionar aos favoritos

20 fev 2018


Por Luciana Prado
Anuncie