Nota de esclarecimento:


 

“Na edição de nº 176, foram apresentadas algumas informações de forma equivocada por parte do Sr. André Luiz, que alega ser presidente da ACMP, a respeito da atuação do Vereador Vanderlei Farias.

Ele mencionou, entre outras informações distorcidas: a revitalização do Costão do Morro das Pedras, foi indicado pelo Ver. Lela em 2017 e retirado por ele a indicação em 2018”;  e ainda questionou: “Cadê o dinheiro para o Morro das Pedras Vereador Lela?”

Pois bem, cabe informar os fatos neste espaço cedido pela Folha Miguelito, para tanto apresentamos apenas alguns dos documentos que comprovam as falhas nas informações do sr. André sobre as indicações e solicitações de recursos direcionados para o Sul da Ilha:

2013/2014 - Indicação de recursos para Lei Orçamentária Anual - LOA : 

R$ 300.000,00 (trezentos mil reais para obras de drenagem e pavimentação das vias: Corticeiras, Arthur Melo Fernandes, Xiniquá, Francisco Cândido Xavier e Eurico Leopoldo Rodrigues, todas no Sul da Ilha);

R$ 200.000,00 (duzentos mil reais para implantação de calçadas e ciclovia na Rod. Antônio Luiz M. Gonzaga);

R$ 10.000,00 (dez mil reais para Associação Comunitária do Morro das Pedras) e mais R$ 90.000,00 (noventa mil reais entre mais 10 entidades, todas do Sul da Ilha.)

2014/2015 - Indicação de recursos para Lei Orçamentária Anual - LOA : 

R$ 450.000,00 (quatrocentos e cinquenta mil reais para obras de drenagem e pavimentação das vias: Corticeiras, Honorato Manoel Gonçalves e Valdomiro José Vieira, todas no Sul da Ilha)

R$ 10.000,00 (dez mil reais para Associação Comunitária do Morro das Pedras)  e mais R$ 85.000,00 (oitenta e cinco mil reais entre mais 4 entidades, sendo 3 do Sul da Ilha.

2015/2016 - Indicação de recursos para Lei Orçamentária Anual - LOA : 

R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais para obras do Quartel do Corpo de Bombeiros do Sul da Ilha)

R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais para obras de drenagem e pavimentação das vias: Canto das Pérolas, Laura Duarte Prazeres, Eugênio Raulino da Silva, Raimundo Carlos Lopes e Nelson Conrado da Silva, todas no Sul da Ilha)

2016/2017 - Indicação de recursos para Lei Orçamentária Anual - LOA : 

R$ 200.000,00 (duzentos mil reais para obras de Construção do Mirante do Morro das Pedras);

R$ 300.000,00 (trezentos mil reais para obras de Implantação do parque Municipal Urbano do Campeche - Campo de Aviação);

Obs.: Em 14/11/2017, diante da inércia do prefeito em cumprir a solicitação, elaboramos um documento oficial nº 344/2017 ao prefeito, ao secretário de obras e ao secretário da fazenda exigindo o efetivo cumprimento da emenda que destinava os R$ 200 mil para a construção do Mirante do Morro das Pedras. Eles responderam no mês seguinte dizendo que as obras já estavam sendo analisadas pela secretaria de obras.

R$ 20.000,00 (dez mil reais para Associação Comunitária do Morro das Pedras)  e mais R$ 80.000,00 (oitenta mil reais entre mais 11 entidades, sendo 7 do Sul da Ilha.)

2017/2018 - Indicação de recursos para Lei Orçamentária Anual - LOA : 

R$ 2.500.000,00 (dois milhões e quinhentos mil reais foram destinados para obras do no Sul da Ilha, por meio de indicação do Vereador Lela e outros vereadores, num projeto de orçamento participativo, que envolveria as outras 3 regiões da cidade no próximos 3 anos, sendo combinado que a primeira região seria o Sul da Ilha).


2018/2019 - Indicação de recursos para Lei Orçamentária Anual - LOA : 

R$ 5.000,00 (cinco mil reais para Associação Comunitária do Morro das Pedras)  e mais R$ 95.000,00 (noventa e cinco mil reais entre mais 9 entidades, sendo 3 do Sul da Ilha.);

R$ 400.000,00 (quatrocentos mil reais para obras de drenagem e pavimentação das vias: Servidão Teixeira e Lar João de Barro, as duas no Sul da Ilha);

R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais para obras de Desassoreamento, demarcação de trilha, remoção de vegetação exótica, implementação de decks na Lagoa Pequena, no Sul da Ilha);

2019/2020 - Indicação de recursos para Lei Orçamentária Anual - LOA : 

Como no ano anterior a Associação Comunitária do Morro das Pedras estava com irregularidades, envolvendo questões legais da associação a gestão do senhor André Luiz, a entidade não pôde receber e ainda não estando regularizada a situação, não pôde ser indicado recurso nesse ano seguinte).

Lembrando que: O poder de um Vereador se limita a indicação dos recursos e obras e fiscalização dos atos da Prefeitura. Quem tem o poder de decisão e de execução destas obras é a Prefeitura. Se eventualmente as obras e os recursos indicados não foram executadas, a decisão final foi exclusivamente do prefeito, que é o gestor primário do Poder Executivo.

E o Vereador? Será mesmo que não está fazendo seu dever de casa? Só nos últimos 2 anos conseguiu a suspensão/cancelamento de 4 contratos celebrados pela Prefeitura e que tinham irregularidades, totalizando mais 110.000.000,00 (cento e dez milhões de reais) de recurso público! É isso que o Vereador Lela tem feito pelo Sul da Ilha e por toda Florianópolis, cobrando as obras e melhorias e fiscalizando pra onde vai o dinheiro público!

Respeitosamente, 

Assessoria do mandato do Vereador Vanderlei Farias (LELA), maio de 2020”

Agradecemos pela oportunidade de poder esclarecer os fatos aqui expostos, informando que todos os documentos e dados mencionados são fruto de documentos oficiais, os quais o Folha Miguélito recebeu todas as cópias. Os originais podem ser acessados por qualquer cidadão no gabinete do mandato, que fica no quarto andar da Câmara de Vereadores, no Centro de Florianópolis.

ATT.;

Assessoria do mandato do Vereador Vanderlei Farias (Lela)
Telefones: (48) 99101-2666 - (48) 3027-5739
 Emails: vereadorlela@gmail.com - vanderlei@cmf.sc.gov.br

Comunidade