TU ÉS AQUILO QUE TU COMES


 

                Nossa alimentação é uma das fontes mais importantes de combustível para a manutenção da vida. Em conjunto com a respiração, são as duas fontes de absorção de energia fundamental. Para fazer uma boa alimentação devemos entender o principio básico dos alimentos. A nutrição funcional, a trofoterapia, a medicina natural, o vegetarianismo e outras fontes confiáveis de estudo demonstram a verdadeira ligação da saúde física, mental e emocional que ocorre com uma alimentação adequada e balanceada.

 Para saber mais sobre esse assunto, busque um profissional adequado para lhe informar e traçar com você o melhor plano alimentar, personalizado especialmente para as condições econômicas e cotidianas de cada um. O mais importante, é manter uma alimentação saudável, mas também prazerosa. E é possível sim.  Afinal, um dos maiores prazeres dessa vida é poder desfrutar de uma abençoada refeição ao lado daqueles que nos fazem bem.

 

FUNÇÕES E FONTES DAS PRINCIPAIS VITAMINAS

       VITAMINA A (RETINOL): essencial para o crescimento, reprodução, visão e desenvolvimento dos ossos. Fontes: legumes (cenoura, beterraba, batata doce, etc)

       VITAMINA B1 (TIAMINA): atua na condução dos impulsos neuromusculares e no metabolismo energético. Fontes: ovos, vegetais de folhas verdes e cereais integrais.

       VITAMINA B3 (NIACINA): participa do metabolismo energético. Fontes: leguminosas e cereais integrais.

       VITAMINA B5 (Ácido Pantotênico): essencial para o metabolismo celular. Está presente em todos os vegetais e animais. Fontes: gema, leveduras, brócolis, leite desnatado.

       VITAMINA B6 (PIRIDOXINA): têm um papel importante no metabolismo das proteínas, hidratos de carbono e lipídios. Fontes: nozes, avelãs, amendoim, pão, milho, cereais integrais.

       VITAMINA B12 (CIANOCOBALAMINA): utilizada para o tratamento de anemias. Fontes: ovos, leite, abóboras, cogumelos

       VITAMINA C (ÁCIDO ASCÓRBICO): protege substâncias hidrossolúveis da oxidação. Funciona como um co-fator em diversas reações da síntese de colágeno, proteoglicanos e outros constituintes orgânicos da matriz intracelular em diversos tecidos, ajudando também na cicatrização após procedimentos cirúrgicos. Fontes: frutas cítricas, tomates, morangos, pimentão-doce e brócolis.

       VITAMINA D (CALCIFEROL): essencial por manter o equilíbrio de cálcio no sangue e saúde dos ossos. Fontes: ovos, leite, manteiga. O ideal é expor a pele ao sol por 15 minutos diários para sintetizar essa vitamina.

       VITAMINA K: conhecida como vitamina anti-hemorrágica, auxilia na formação de substâncias para a coagulação do sangue. Fontes: vegetais de folhas verdes (espinafre, couve-flor, repolho), leite, tomate, arroz integral, ervilha e óleos vegetais.

       VITAMINA E (TOCOFEROL); apresenta alto poder antioxidante no organismo, protegendo os lipídios da parede celular, susceptíveis à oxidação pelos radicais livres. A vitamina E tem importante função de prevenir a degeneração de nervos e músculos e estimular a resposta ao sistema imunológico. Sua ação é aumentada pela presença de selênio e vice-versa. Fontes: óleos (soja e girassol), nozes, vegetais de folhas verdes e cereais integrais.

       VITAMINA B9 (Ácido Fólico): essencial para o crescimento e para o bom funcionamento do sistema nervoso e da medula óssea, previne a má formação do feto. Fontes: gérmen de trigo, espinafre, salsinha, beterraba crua e amendoim.

 

FUNÇÕES E FONTES DOS PRINCIPAIS MINERAIS

       BETACAROTENO: no organismo é transformado em vitamina A. Apresenta a função de manter saudável e integra a pele e as membranas mucosas, desempenha importante papel no mecanismo da visão e ajuda a prevenir algumas infecções. Fontes: melancia, mamão, manga, abóbora, cenoura, beterraba, tomate.

       COBRE: antioxidante e também participa da enzima superóxido dismutase. Fontes: frutos do mar.

       CROMO: requerido para processos essenciais do metabolismo da glicose, por influenciar a ação da insulina. Fontes: grãos integrais, batatas, ameixa, nozes, frutos do mar e lêvedo de cerveja.

       MAGNÉSIO: é um mineral requerido para manutenção e o reparo de células e tecidos, com co-fator no metabolismo de proteínas. Apresenta importante papel no relaxamento muscular. Sua deficiência pode provocar contrações involuntárias, câimbras, tremores, arritmias cardíacas e doenças senis, como Alzheimer.  Fontes: Grãos integrais, nozes, legumes e vegetais de folhas verdes.

       MANGANÊS: tem uma participação importante na artrite reumatóide, uma vez que os indivíduos artríticos possuem 6 vezes menos manganês que os indivíduos normais. Fontes: grãos integrais, abacaxi, vegetais e folhas verdes.

       SELÊNIO: protege as estruturas intracelulares contra os danos oxidativos causados pelos radicais livres. Fontes: castanha do Pará, frutos do mar, arroz integral.

       ZINCO: necessário para a função normal e divisão celular e acelera o processo de cicatrização. Apresenta efeito protetor contra os danos oxidativos do pulmão, rins, leucócitos, eritrócitos e plaquetas. Fontes: ovos, queijos e feijão.

 

Passamos a seguir alguns exemplos de efeitos terapêuticos dos alimentos:

 

A Semente de melancia possui uma substância chamada curobucitrina, que age como vasodilatador, sendo indicado para hipertensão arterial; a cebola possui alicina, age como bactericida e antiinflamatória. Os cientistas ingleses descobriram ainda a presença de glucoquinina, que tem a capacidade de reduzir as altas taxas de glicose no sangue; o abacaxi possui uma enzima proteolítica chamada bromelina, com ação expectorante e analéptica (favorece convalescença); couve e agrião contêm o indol e o isotiocianato, composto com ação comprovada preventiva de câncer de cólon, mama e pulmão; o suco da batata é um excelente remédio contra azia e as úlceras do estômago, é usada para inibir a ação dos ácidos digestivos no estômago, evitando a irritação de mucosas; a cenoura é rica em betacaroteno, vitamina antioxidante poderosa contra o envelhecimento. Tem muito cálcio e fósforo (bom para os ossos e contrações musculares), vitamina B1 (boa para o coração, sistema nervoso e músculos), B2 (boa para pele, olhos e ajuda na utilização de proteínas) e pectina, uma fibra alimentar que combate o colesterol. Está comprovado cientificamente que a cenoura previne alguns tipos de câncer; a laranja tem muita vitamina C, aumenta a resistência às doenças, ajuda na absorção do ferro (importantíssimo na oxigenação das células), participa da fabricação do colágeno (indispensável para ter uma pele firme) e ainda age como antioxidante, prevenindo o envelhecimento. Também é rica em potássio, que controla os impulsos nervosos e contrações musculares. Para completar, o bagaço tem muitas fibras e a parte branca da casca é riquíssima em pectina (que combate o colesterol).

 

 

Holístico